Buscar

Consumo consciente de energia pode ajudar empresas a vencerem dificuldades financeiras



Ao compararmos o consumo de energia entre uma casa ao de uma empresa, é fato que ambientes de trabalho, desde pequenas lojas até indústrias, consomem mais eletricidade. E em um cenário de dificuldades econômicas, provocadas pela pandemia do novo coronavírus, encontrar maneiras de reduzir custos de energia elétrica pode ajudar na recuperação da empresa e na sua permanência no mercado.


De acordo com a especialista em Eficiência Energética da Energisa, Carla Petrucci, a simples troca de lâmpadas ou o aumento da iluminação natural pode trazer resultados significativos no final do mês. Porém, ela alerta que o impacto deve ser maior para os setores que usam, mais intensivamente, máquinas e equipamentos (como as pequenas indústrias).


Com o valor economizado, a empresa pode redirecionar mais recursos para investimentos importantes como, por exemplo, manutenção. Vale lembrar, ainda, que a preocupação com o uso racional de energia, além de proporcionar economia para a empresa, pode ser uma forma de alinhar o propósito do negócio a um dos temas de maior relevância nos últimos anos: a sustentabilidade do planeta.


Para os consumidores, empresas que se mostram preocupadas em colaborar com um futuro sustentável contam com mais credibilidade. Da mesma forma, investidores já perceberam que o crescimento de qualquer negócio passa pela adoção de modelos comprometidos com um planeta melhor. “Nesse contexto, a energia tem papel de destaque tanto para os pequenos empreendimentos quanto para as grandes empresas”, reforça Carla Petrucci.


Dicas de economia


Confira abaixo, algumas dicas simples, mas que podem fazer uma diferença grande no orçamento do seu negócio:


- Substitua equipamentos antigos que apresentem um elevado consumo de energia. Procure aqueles modelos que garantam maior eficiência energética;


- Mantenha em dia a manutenção da rede elétrica do empreendimento;


- Racionalize o uso dos equipamentos elétricos para evitar o horário de pico – das 17h30 às 20h30;


- Ofereça aos colaboradores capacitação sobre o uso racional de insumos como energia e água;


- Potencialize o uso de luz natural instalando janelas amplas de vidro;


- Verifique se a quantidade de luz está adequada, pois luz demais pode atrapalhar a atividade, além de consumir energia desnecessariamente, e luz de menos pode trazer problemas de saúde e riscos de acidentes. Faça uma consulta à Norma Técnica da ABNT para verificar as necessidades de cada ambiente;


- Tenha sistemas independentes optando em dividir o sistema de iluminação em vários circuitos elétricos (interruptores). Assim, será possível desligar parte da iluminação nos locais que não estão precisando usar eletricidade;


- Ajuste o ar-condicionado para uma climatização mais uniforme do ambiente. Vale ressaltar que o aparelho de ar-condicionado deve ser instalado na parte superior, a pelo menos 1,5 m de altura. Com boa regulagem do termostato, a economia de energia é certa.


Fonte: Procel Info

7 visualizações0 comentário